Experiência com iPhone

Estive tentando (=p) trabalhar com desenvolvimento para iPhone por um tempo. E o começo dessa saga foi aprender ObjectiveC, e eu aprendi essa linguagem com sintaxe grotesca, cheia de comportamentos implícitos estranhos, da qual eu poderia até mesmo escrever um artigo do tipo “como fazer membros privados realmente privados em ObjectiveC”.

A linguagem tem conceitos legais, mas eu prefiro implementar por mim mesmo esses conceitos em C++ (o que não é difícil), do que ter dor de cabeça desenvolvendo em ObjectiveC.

O segundo passo foi configurar um ambiente de desenvolvimento Como eu trabalho com GNU/Linux, a primeira tentativa foi encontrar uma implementação das APIs da Apple para linux e eu encontrei o projeto GNUstep. A instalação não foi difícil, apesar da configuração ter sido um pouco chata e a integração com o resto do sistema não ter sido perfeita. A parte ruim foi a interface medonha que do ProjectCenter e do Gorm, as ferramentas disponibilizadas pelo GNUstep para facilitar o desenvolvimento. Sem pensar muito substitui o ProjectCenter pelo Emacs e não utilizei o Gorm para construir as interfaces com medo de que os arquivos criados fossem incompatíveis com o SDK da Apple (afinal uma hora ou outra eu precisaria do SDK oficial para compilar pro iPhone).

Em paralelo ao fato de usar o GNUstep comecei a procurar pela documentação das APIs da Apple que usaria para desenvolver o aplicativo. E tinha documentação da Apple, documentação do GNUstep, documentação do iphonedevonlinux e eu estava ficando confuso e perdido com isso. Por um lado estava paranoico o tempo todo preocupado com o grau de compatibilidade da API do GNUstep com as APIs da Apple, por outro odiava em ver que a única lição que tinha na documentação da Apple era falando para você usar o Xcode para utilizar o Ctrl + espaço e o arrastar-e-soltar e (pasmem!) acessar a documentação.

Demorou bastante, mas finalmente percebi que não há possibilidade de desenvolver com sucesso o que me pediram para fazer em tempo adequado continuando por esse caminho, então tomei providências para utilizar o OS X da Apple e desenvolver num ambiente minimante decente.

Ultimamente ando inspirado, então não vai demorar muito para terminar isso (2 dias?), até porque é um aplicativo simples, eu já me acostumei com a linguagem, …

Tags:

3 responses to “Experiência com iPhone”

  1. Dielson Sales says :

    Por que iPhone? Android está caminhando para ser o SO mais popular em pouco tempo…😉

    • Vinipsmaker says :

      Respondendo um pouco atrasado, mas, aí vai…
      Na época tinham feito uma proposta e eu resolvi ter uma nova experiência (“quem não ganha xp, não sobe de nível…”).

Trackbacks / Pingbacks

  1. Experiência com iPhone (parte 2) | Vinipsmaker labs - 2013/04/03

Comentários (with MarkDown support)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: